Greve dos servidores da Junta Comercial de Minas Gerais

Greve dos servidores da Junta Comercial de Minas Gerais

A Junta Comercial de Minas Gerais anunciou, no dia 11 de fevereiro, que seus servidores estão de greve e que aguardam o governo para negociar o fim da paralisação.

Devido à greve, serviços gerais como registros digitais, análises de atos societários e atendimentos presenciais foram reduzidos, posto que 75 servidores aderiram à paralisação.

De acordo com a Associação dos Servidores da Junta Comercial (Asjuc), a greve é motivada pela suspensão da ajuda de custo que os servidores conseguiram por meio de uma ação civil pública.

A Junta Comercial de Minas Gerais ainda não publicou nota sobre sua posição ou qualquer detalhe sobre a paralisação.

A Equipe de Consultoria Societária do Azevedo Sette Advogados coloca-se à disposição para esclarecimentos e providências adicionais sobre o assunto. 


* Com a colaboração de Amanda Christina Veloso